Sabrina Lermen, apaixonada pela vida, família, natureza, processos criativos e arte.
Bacharel em Artes Cênicas, com Habilitação em Interpretação Teatral, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pós-graduada em Dança Educativa Moderna/ Dança Criativa, pela Universidade Federal de Viçosa/ MG e mestre em Criatividade e Inovação pela Universidade de Fernando Pessoa/Portugal (dissertação intitulada “Percursos da Dramaturgia Híbrida”). Participo da IACAT (Instituto Avançado de Criatividade Aplicada Total/ Espanha). Atualmente leciona a disciplina de Teatro, Dança-teatro e Circo na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Leciona no Mestrado em Criatividade e Inovação na FAAP – São Paulo. Facilitadora do módulo de criatividade do Curso de Formação Transdiciplinar Holísitca da UNIPAZ. Atua e dirige a Cia Didois de Dança-Teatro e participa como atriz da Metamorfose Cia Cênica. É membro da IACAT (Instituto Avançado de Criatividade Aplicada Total/ Espanha). Ministra aulas de dança indiana estilo Bharata Natyam, Pilates, Pilates Aéreo e Pole Arte Fitness no Studio Sabrina Lermen. Como dramaturgista, escreve espetáculos a partir da construção colaborativa da obra através de ativadores criativos. Sócia da empresa DH Assessoria Educacional, voltada ao desenvolvimento humano. Realizou diversas palestras e cursos em empresas e instituições de ensino acerca da corporeidade e da criatividade.

Como e quando você entrou no mundo da dança?
Meus pais sempre me incentivaram a estudar música, esportes e arte. Já na infância praticava jazz, sapateado, ginástica olímpica e patinação artística. Na adolescência me identifiquei com o teatro, circo, dança indiana e capoeira.

Quem são as suas influências artísticas?
A maior influência é o exercício diário de observar as crianças, a natureza, as ações humanas e o meio ambiente. Algumas referências artísticas que me (co)movem: textos de Samuel Beckett, José Saramago, Ítalo Calvino, Rubem Alves, os espetáculos de Magui Marin, Pina Bausch, a arte de Chaplin, James Thiérrée.

Você tem contato com outras manifestações artísticas?
Amo a miscigenação das linguagens… Experimentar as diversas linguagens sem estabelecer fronteiras amplia o caminho criativo. Investigo a dança-teatro, dança-teatro-circo, performances, dramaturgia híbrida e processos criativos de linguagens híbridas.

O que é o Pole Dance? Como ele surgiu?
Pole Dance é uma dança realizada em um mastro vertical. A origem do pole dance está ligada a prática do mallakhamb, uma espécie de ioga acrobático praticado em um poste de madeira desde o século 12 na Índia. O mallakhamb ainda é praticado por homens e meninos e o mallakhamba, um esporte realizado em cordas é praticado por mulheres e meninas. Já o Pole Dance, semelhante também ao mastro chinês, elemento acrobático e aéreo do circo, é praticado por mulheres, homens e crianças.

Qual é a diferença entre o Pole Dance Fitness e o Pole Dance Artístico ?
O Pole Dance Arte e Fitness é uma ginástica divertida para todas as idades e gêneros. É uma espécie de dança aliada à acrobacia, que além de você se divertir muito, trabalha o corpo de forma integral e os resultados aparecem muito rápido. O Pole pode ser fitness (fitness tem origem no inglês e significa: estar em boa forma física) auxiliando o organismo como um todo na direção de um corpo físico/mental saudável através de uma atividade física lúdica. O Pole pode ser artístico, semelhante a apresentações que assistimos no circo ou na ginástica olímpica. O Pole pode ser dança, estimulando a flexibilidade, despertando a sensualidade, melhorando a auto-estima através de vários ritmos e movimentos de giros, acrobacias e movimentos no solo.

Existe também uma modalidade de Pole Dance que é praticada na rua? Como é isso?
Sim o Pole Street, os praticantes realizam movimentos em postes e placas de rua para difundir o pole como esporte.

Você passa por situações de preconceito por causa do Pole Dance e a visão de que ele é exclusivamente para strip clubs?
O preconceito é um pré-conceito que as pessoas criam sem se informar. Nascemos curiosos e criativos e a formação educacional se encarrega da formação, ou seja, colocar na “fôrma”, todos pensam igual e repetem os mesmos conceitos. Infelizmente a educação tradicional incentiva o julgamento e não o processo criativo. Se o foco estivesse na criatividade nós não perderíamos a curiosidade e buscaríamos mais conhecimento. É natural que algumas pessoas tenham preconceito e julguem, pois não tiveram acesso a informação. Esta matéria pode ajudar a esclarecer a Arte do pole dance.

Para finalizar, quais os benefícios do Pole Dance para os praticantes?
A prática regular do pole dance traz diversos benefícios: estimula a coordenação motora, promove mais flexibilidade, fortalece os músculos, elimina a gordura localizada, reduz o estresse e tensões musculares, melhora a circulação sanguínea, libera endorfina no organismo, melhora a respiração e a auto-estima.